Logo

Comunicado: Narcodictadura é uma ameaça para a região.

/ agosto 23, 2017 / Comunicado: Narcodictadura é uma ameaça para a região.

Declaração do movimento Rumo à Liberdade

A partir da nossa Resistência nos referimos aos últimos desenvolvimentos a nível internacional sobre a narco-ditadura venezuelana.

“Caracas, 16 Ago 2017

A narco-ditadura de Nicolás Maduro e seus colaboradores,fizeram de nosso país uma ameaça para a região, pelas seguintes razões:

1. O tráfico de droga. A utilização dos nossos portos e aeroportos, transporte -aéreos PDVSA, marítimo e terrestre, uso de nossas fronteiras e estradas, além de estabelecer plantações de coca na nossa região, fazem desta atividade uma das principais fontes de financiamento para o Foro de São Paulo. As FARC eo ELN são os principais grupos que têm uma presença no nosso país a neste sentido.

2. O Terrorismo. Usando passaportes venezuelanos, malas diplomáticas, a presença de campos de treinamento no nosso território e do uso de nossas embaixadas como centros operacionais para essas atividades representam um mecanismo que facilita a atividade de grupos de radicalismo islâmico como Hezbollah e outros como a ETA na Iberoamerica.

3. Comunismo. Financiamento dos partidos comunistas da América Latina, a presença de G2 cubano em nossos corpos de inteligência dentro de nossas Forças Armadas, além de gerir o nosso sistema eleitoral, política interna e, finalmente, a presença de pessoal Castro-Comunista em nossas embaixadas no mundo, promovendo uma convivência hostil na região.

Venezuela é um importante centro do crime organizado que desestabiliza a região, sendo um obstáculo para à convivência saudável entre as nações livres e o fortalecimento da liberdade e o sistema político democrático.

Nesse sentido, saudamos e damos as boas vindas a todas as iniciativas dos países da região que pretendam juntar esforços para acabar com esta situação. Quem está no poder não quere deixá-lo de maneira nemhuma, porque sua presença ali representa sua única chance de viver fora da prisão. E há uma oposição oficial, escondida em um falso patriotismo, rejeitamdo qualquer apoio estrangeiro que beneficie aos venezuelanos.

É por isso é que propomos as seguintes iniciativas a serem levadas em conta:

Proibir a entrada de funcionários da ditadura nos países das Américas, como foi proposto pela União Europeia. Expulsar os embaixadores da ditadura na região como tem feito Perú. Retirar seus embaixadores da Venezuela como fizeram Paraguai e Estados Unidos. A Declaração de Lima e os esforços dos norte-americanos reuniram-se em uma iniciativa multilateral para facilitar os mecanismos de saída da narco-ditadura na Venezuela. Há 200 anos o nosso país deu o grito de liberdade e foi ouvido e hoje de novo acontece o mesmo. Nós pedemos o auxílio de nossas nações irmãs em uma ação patriótica para a salvação do nosso povo e nosso território nesta causa. A resistência politicamente se corresponde à região da Venezuela, sendo a voz de milhões de civis e centenas de soldados patriotas que apontam para o mesmo propósito. Reconhecam nosso compromisso, como uma força política que realmente se opõe ao narco-ditadura.

¡Liberdade ou Nada !

Tu comentario

Email (no sera publicado)